Falta de Pressão nos tubos  

- Tubo roto

Caso o furo ou corte sejam de dimensões reduzidas (até 20 mm) num tubo de diâmetro nominal de 32 mm pode-se utilizar uma tomada em carga da medida do tubo, aplicá-la com a saída sobre a rotura e tapar a saída da tomada em carga com um tampão macho roscado.
Caso se trate de um corte no tubo e não possa ser utilizada a solução anterior, corta-se a zona danificada de forma a que as duas extremidade do tubo fiquem com um corte plano, liso e perpendicular ao eixo do tubo e utiliza-se uma união de encaixe rápido com a dimensão do tubo em causa. Desta forma o comprimento da parte danificada do tubo, que foi eliminada, será compensado pela união aplicada.
Caso os danos no tubo tenham um comprimento superior ao comprimento da união de encaixe rápido a aplicar, tem de se aplicar um novo troço de tubo .Desta forma corta-se a parte original danificada, de forma que as extremidades resultantes fiquem planas, lisas e perpendiculares ao eixo do tubo. Mede-se o intervalo entre elas, corta-se um troço novo de tubo da mesma medida, tendo o cuidado de descontar os comprimentos das peças das uniões de encaixe rápido com as quais se vai unir as 2 extremidades.
Para o corte do tubo pode ser utilizada uma tesoura própria para corte de tubo.
P
ara o aperto das peças de encaixe rápido pode ser utilizado uma chave específica para o efeito.

- Filtro sujo

O filtro, elemento essencial em qualquer rega, instalado no início do sistema de irrigação, tem por função recolher todas as impurezas em suspensão na água evitando o entupimento das condutas, dos aspersores e gotejadores. Desta forma os elementos filtrantes do filtro, rede ou lamelas, a partir de determinada altura começam a ficar obstruídos, criando uma grande resistência à passagem da água, o que faz diminuir a pressão da água à saída do filtro. É portanto fundamental fazer a limpeza regular do filtro, desmontando-o e lavando-o em água limpa corrente, podendo para tal utilizar-se uma escova.
Uma das formas de evitar os entupimentos dos filtros é fazer a sua manutenção preventiva regularmente. Para tal deve-se colocar 1 manómetro à entrada e outro à saída , nos locais de pré montagem já existentes nos filtros .Quando a pressão de entrada e saída estiverem praticamente iguais , o filtro está limpo. Quando a pressão de saída estiver mais baixa que a de entrada em cerca de 0.75 bar (equivalente a 0.75 kg/cm2), o filtro deve ser limpo. Sem a colocação dos manómetros terá de ser a experiência que dita a altura certa para a lavagem do filtro.

- Difusores de rega entupidos (pulverizadores, aspersores, micro-aspersores, gotejadores)

Se se verificar que pontualmente, num determinado local, o difusor de rega perdeu a sua performance, deixando de ter o alcance de aspersão normal, fazendo uma dispersão de água irregular ou mesmo não deitando água nenhuma, tem de se desmontar as suas várias partes amovíveis, quer nos aspersores, pulverizadores ou gotejadores, para efectuar a sua limpeza ou mesmo substituição. Poderá de se ter de fazer a sua desmontagem do tubo que os alimenta de forma a retirar as impurezas acumuladas na sua entrada.